Menu
Busca quarta, 21 de outubro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
29ºmax
21ºmin
Expogrande

Leilões da Expogrande induzem apreciação do gado de corte

11 março 2010 - 00h00Por Jefferson da Luz - Via Livre Comunicação

De uma semana para a outra o gado de corte teve um aumento significativo na praça de Campo Grande, algumas categorias subiram mais de 30%. Isso é o efeito Expogrande (18 a 28 de março). Apesar de ainda não estar aberta ao público, os negócios da feira tiveram início de na segunda-feira (08/03), e fazem diferença no mercado pecuário.

“A média está boa. Isso demonstra que já há uma reação do gado gordo”, disse Francisco Maia, presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul). “Também há uma procura muito grande por animais magros. Mas, o mais importante é que essas reações do mercado confirmam que a Expogrande é o momento de se realizar negócios no Estado”, conclui.

Numa comparação entre o um leilão realizado na semana passada, o Leilão Terça de Qualidade, e o Leilão BPW (08/03) -este já dentro da programação da Expogrande- o Nelore macho de 10 meses teve um aumento de 26,8%; as fêmeas com a mesma idade sofreram acréscimo ainda mais significativo, 30,6%.  E a apreciação dos animais segue em outras categorias. Apesar de não ter tido um aumento tão grande, o Nelore macho de 12 a 15 meses acumulou um ganho de 5% desde a última semana.

Segundo Maia, as cotações dos animais devem continuar subindo ainda mais com a diminuição de intervalos entre os leilões e a movimentação de criadores pelo Parque de Exposições Laucídio Coelho, quando a Expogrande oficialmente tiver início e for aberta ao público.