Menu
Busca terça, 22 de setembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
27ºmax
18ºmin
Notícias

São Gabriel comemora colheita histórica na safra 2012 do milho

26 julho 2012 - 21h22Por Idest

 A expectativa de colheita recorde do milho safrinha e os valores históricos pagos pela soja em Mato Grosso do Sul tem animado os produtores rurais. Com 30% da produção colhida no Estado, o milho deve chegar a 5,5 milhões de toneladas, o que representa um aumento de 66,7% sobre a safra passada. Em São Gabriel do Oeste o bom cenário é comemorado pelo Sindicato Rural da cidade.


Para o presidente da instituição Julio Bortolini, o momento é de comemoração. “Está foi uma colheita histórica no município, nunca aconteceu antes. E isso se deve as altas tecnologias empregadas pelos produtores rurais e as sementes de alta produtividade”, afirmou. Ainda segundo Julio, metade da safrinha de milho já foi colhida em São Gabriel, cerca de 50% e, os preços são excepcionais. “Por conta da euforia do mercado internacional, o milho teve aumento de 45% nos preços e está sendo vendido em média a R$ 25 a saca”, concluiu.

Já com a soja, a seca nos Estados Unidos e a alta do dólar têm provocado preços elevados no Estado. A saca com 60 quilos é comercializada a R$ 77 em média, um aumento de 214% se comparado aos R$ 24,50 pagos pela saca no mesmo período em 2011.

Para o engenheiro agrônomo e produtor rural Rui Jackson Zanetti, este ano a safra foi bastante superior a do ano passado. “Em 2012 conseguimos cobrir os prejuízos causados pela safra de 2011 e ainda estamos fazendo investimentos, este foi um ano muito bom para a soja”, explicou.

O presidente da Associação dos Produtores Rurais de MS (Aprosoja/MS), Almir Dalpasquale, aponta a postura empreendedora do agricultor no Estado como reflexo dos resultados na agricultura. “O produtor rural atravessa uma boa fase em que a produção e os preços que estão sendo praticados nos colocam numa posição confortável”, diz Almir.

Desafios

Para atender a necessidade de qualificação do produtor rural, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/MS), contabilizou até o mês de julho, um aumento de 22% em relação aos cursos ofertados no mesmo período do ano passado. Somente em 2011, a instituição capacitou 37.543 pessoas, por meio de 2.410 eventos distribuídos entre os cursos de Formação Profissional Rural, Promoção Social e de Programas Especiais.