Menu
Busca domingo, 20 de setembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
27ºmax
19ºmin
Expogrande

Bradesco oferece linha de crédito para produtor na Expogrande

21 abril 2011 - 14h18Por Acrissul
Bradesco oferece linha de crédito para produtor na Expogrande

Investimentos em grandes negócios é um foco da Expogrande 2011, e é com esse objetivo que banco do Bradesco mais uma vez monta seu stand e se faz presente na feira. Com diversos serviços oferecidos tanto para pessoas físicas quanto para pessoas jurídicas, o banco proporciona comodidade para os clientes que procuram para efetuar fechar compras.
 
Os serviços oferecidos voltados para o agronegócio variam entre custeio rural, incentivo de manuseio, compra de produtos, parte de manutenção, além claro na compra de gado e maquinários agrícolas como tratores e caminhões.
 
O gerente de uma agência em Campo Grande e responsável pelo stand na Expogrande, Otavio Augusto Hain, conta que é viável a presença no local, já que os expositores estão vendendo produtos e as pessoas indo com o intuito de comprar e muitos deles possuem conta com o banco. “A gente une, eles querem vender e a gente quer financiar”, afirma.
 
Em relação há esse ano ele conta que esta bem equilibrado, mas que o destaque são para o custeio rural (compra de gado ou manutenção de pastagem) e já saíram algumas máquinas. O importante é estar sempre à disposição dos clientes, e isso Hain faz, sempre que possível visita diversos stands para saber sobre a movimentação e isso aproxima os possíveis clientes.
 
No entanto, não são somente maquinários agrícolas que o banco financia. Só nos primeiros dias da Expogrande 2011 já havia sido financiando dois veículos. Nesse caso a linha de crédito é diferenciada. É utilizada a CDC (crédito direto do consumidor), uma linha que não possui repasse do governo.
 
Sobre o possível shopping rural a ser instalado definitivamente no local onde acontece a feira agropecuária, Hain, acredita que é sempre possível gerar bons frutos. Pois, será algo destinado ao produtor e é interessante ter um local para auxiliá-lo. “Bom porque é mais fácil para o produtor em relação a se deslocar para encontrar uma agência em outro lugar”, diz.
 
Em seu sexto ano de feira o gerente acredita que a feira ainda renderá bons frutos, assim como nos outros anos. Já que todo ano o crescimento do aumento de negócios de um mês que não tem a feira aumenta em torno de 20%.