Notícias

Conab mantém previsão de safra recorde de grãos em MS

11 de novembro de 2013

O segundo levantamento da safra de grãos 2013/2014, que foi divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), nesta sexta-feira (8), mantém a previsão feita na estimativa anterior de que Mato Grosso do Suldeverá ter uma produção recorde neste ciclo, a maior da história do estado.

 
O volume deve ficar entre 14,2 milhões de toneladas e 14,3 milhões de toneladas, o que deve representar um crescimento entre 2% a 3% frente as 13,9 milhões de toneladas colhidas pelos agricultores sul-mato-grossenses na safra 2012/2013.
 
Dessa produção, 53,68% deve vir do milho. Somando a colheita do cereal na safra de verão e na de inverno (safrinha), o estado deve produzir neste ciclo 7,7 milhões de toneladas. Aproximadamente 96,7% desse volume, o que representa 7,4 milhões de toneladas, deve vir da safrinha.
 
Apesar da estimativa apontar que o milho deverá continuar nesta safra sendo o principal produto agrícola do estado em volume, a produção deverá sofrer uma redução discreta, entre 1,5% e 1,7%, em relação ao ciclo anterior, quando os produtores de Mato Grosso do Sul colheram 7,8 milhões de toneladas do grão.
 
Quanto a soja, os números da Conab apontam que os agricultores do estado vão seguir a tendência que tem se repetido em âmbito nacional, a de investir mais na cultura em razão dos preços remuneradores do mercado nos últimos anos.
 
Em Mato Grosso do Sul, a área cultivada com a oleaginosa deve crescer entre 3% e 5%, passando de 2 milhões de hectares na safra passada para até 2,1 milhões de hectares neste ciclo e a produtividade, conforme a estimativa, aumentar 4,2%, subindo de 2.880 quilos por hectare para 3 mil quilos por hectare.
 
Com maior área cultivada e maior produtividade, a projeção é de um incremento entre 7,3% e 9,4% na produção de soja em Mato Grosso do Sul, que deve ficar entre 6,2 milhões de toneladas e 6,3 milhões de toneladas.

Fonte: Agrodebate
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Quarta-feira de tempo firme na maior parte do MS; umidade do ar em estado de atenção 23 de janeiro de 2019 Ao longo desta quarta-feira (23.01), a faixa norte de Mato Grosso do Sul poderá ter um dia parcialmente nublado com pancadas de chuvas acompanhada de...
Reinaldo anuncia metas na infraestrutura e quer prioridade ao escoamento da safra 23 de janeiro de 2019 O governador Reinaldo Azambuja anunciou que o Estado fará um replanejamento do sistema viário para estabelecer as obras prioritárias que serão exe...
Exportações com milho mantém desempenho positivo 23 de janeiro de 2019 Novos reajustes positivos para as cotações do cereal. O último indicador do CEPEA (21/jan) subiu 1,51% elevando a referência do físico para R$ 38...
Mercado do boi gordo com baixa movimentação em todas as praças 23 de janeiro de 2019 A quarta semana do ano começou com os compradores e vendedores analisando o mercado. Isso fez com que houvesse mais especulação do que negócios se...
Algumas áreas de algodão em MS foram replantadas por conta da estiagem 23 de janeiro de 2019 A Ampasul, Associação Sul-Mato-Grossense dos Produtores de Algodão publicou mais um informativo do seu programa Boas Práticas Fitossanitárias do ...
Recuo nas cotações da carne bovina no atacado 23 de janeiro de 2019 São três semanas seguidas de reajustes negativos no preço da carne bovina sem osso vendida no mercado atacadista. Desde o final de dezembro de 2018...
Nova fronteira agrícola será tema de congresso em Campo Grande 23 de janeiro de 2019 Os solos arenosos serão o centro do debate entre os dias 07 e 10 de maio, quando Campo Grande (MS) receberá o III Simpósio Brasileiro de Solos Aren...