Notícias

Conab mantém previsão de safra recorde de grãos em MS

11 de novembro de 2013

O segundo levantamento da safra de grãos 2013/2014, que foi divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), nesta sexta-feira (8), mantém a previsão feita na estimativa anterior de que Mato Grosso do Suldeverá ter uma produção recorde neste ciclo, a maior da história do estado.

 
O volume deve ficar entre 14,2 milhões de toneladas e 14,3 milhões de toneladas, o que deve representar um crescimento entre 2% a 3% frente as 13,9 milhões de toneladas colhidas pelos agricultores sul-mato-grossenses na safra 2012/2013.
 
Dessa produção, 53,68% deve vir do milho. Somando a colheita do cereal na safra de verão e na de inverno (safrinha), o estado deve produzir neste ciclo 7,7 milhões de toneladas. Aproximadamente 96,7% desse volume, o que representa 7,4 milhões de toneladas, deve vir da safrinha.
 
Apesar da estimativa apontar que o milho deverá continuar nesta safra sendo o principal produto agrícola do estado em volume, a produção deverá sofrer uma redução discreta, entre 1,5% e 1,7%, em relação ao ciclo anterior, quando os produtores de Mato Grosso do Sul colheram 7,8 milhões de toneladas do grão.
 
Quanto a soja, os números da Conab apontam que os agricultores do estado vão seguir a tendência que tem se repetido em âmbito nacional, a de investir mais na cultura em razão dos preços remuneradores do mercado nos últimos anos.
 
Em Mato Grosso do Sul, a área cultivada com a oleaginosa deve crescer entre 3% e 5%, passando de 2 milhões de hectares na safra passada para até 2,1 milhões de hectares neste ciclo e a produtividade, conforme a estimativa, aumentar 4,2%, subindo de 2.880 quilos por hectare para 3 mil quilos por hectare.
 
Com maior área cultivada e maior produtividade, a projeção é de um incremento entre 7,3% e 9,4% na produção de soja em Mato Grosso do Sul, que deve ficar entre 6,2 milhões de toneladas e 6,3 milhões de toneladas.

Fonte: Agrodebate
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Quarta-feira será de tempo nublado e calor de 36°C em Mato Grosso do Sul 22 de janeiro de 2020 O tempo segue instável nesta quarta-feira (22.01) em Mato Grosso do Sul. A previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) é de céu nublado...
Viés de baixa no mercado do boi gordo 22 de janeiro de 2020 Levantamento da Scot Consultoria, em São Paulo, aponta que a cotação do boi gordo ficou estável na última segunda-feira (20/1), na comparação c...
Carne bovina: queda no varejo em São Paulo e altas em Minas Gerais e Rio de Janeiro 22 de janeiro de 2020 De todos os estados pesquisados pela Scot Consultoria, somente em São Paulo houve queda nos preços da carne bovina nos últimos sete dias. Na compar...
Publicado zoneamento da soja para estados do Norte e Nordeste 22 de janeiro de 2020 Foram publicadas no Diário Oficial da União dessa segunda-feira (20) as portarias com o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc), ano-safra 2...
Após 35 meses, cotação do couro volta a subir 22 de janeiro de 2020 A alta do dólar (em relação ao real) colaborou com o aumento do volume para exportação. Nas primeiras duas semanas de 2020, segundo a Secretaria ...
Na Índia, ministra busca ampliar e diversificar comércio e cooperação com país asiático 22 de janeiro de 2020 A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) inicia nesta quarta-feira (22) a agenda de compromissos na Índia com objetivo de ...
Abiove questiona reajuste de 9% no preço de frete mínimo para transporte de grãos 22 de janeiro de 2020 A Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) diz que não há argumentos técnicos para o reajuste de 9% no preço mínimo do...