Notícias

China pretende enviar missão técnica ao Brasil

11 de novembro de 2013

A China pretende enviar uma missão ao Brasil para inspecionar frigoríficos no País. Segundo o Ministério da Agricultura a data ainda não foi definida, mas informações da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) indicam que a visita deve ser realizada até 15 de dezembro. O ministro da Administração Geral de Supervisão de Qualidade, Inspeção e Quarentena da República Popular da China (Aqsiq), Zhu Shuping, acenou com a possibilidade durante reunião com o ministro da Agricultura,Antônio Andrade, na sexta-feira, 8. 

 
Durante o encontro, Andrade pediu o fim das restrições ao produto. O ministro chinês anunciou que dará prioridade à questão do embargo da carne bovina brasileira, que está em vigor desde dezembro de 2012, quando foi divulgado caso não-clássico de encefalopatia espongiforme bovina (EEB, também conhecida como Mal da Vaca Louca) registrado no Paraná, em 2010.
 
Para a presidente da CNA, senadora Kátia Abreu, os técnicos da AQSIQ constatarão que não há ameaça da doença no país, encerrando o período de embargo. Também há interesse na ampliação do número de fornecedores para este mercado. Antes do embargo, nove  plantas brasileiras estavam autorizadas a vender carne bovina para a China continental, enquanto a Argentina tem 18 frigoríficos habilitados e o Uruguai, 22.
 
Durante o encontro, Andrade solicitou a habilitação de estabelecimentos brasileiros de carne de aves e suínos, já vistoriados e aprovados pelo serviço veterinário chinês. Outro pedido foi a revisão da suspensão das exportações brasileiras de alimento para animais, "visto que apenas uma empresa foi incorreta, mas todo o setor foi punido".
 
Esta foi a última reunião da comitiva brasileira na China, que está no País desde o último final de semana e retorna no domingo, 10. Empresários do agronegócio e lideres de entidades também participam de missão ao país, coordenada pela CNA. 
 
Antônio Andrade avaliou a viagem como extremamente positiva. “Conseguimos vários avanços com esta visita. Além de acompanhar o vice-presidente Michel Temer em missões importantes, conseguimos a assinatura de dois protocolos (para exportação de milho e biotecnologia) e a promessa de cooperação para resolver nossas questões agrícolas com a China”, frisou o ministro.
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Produtores de florestas plantadas querem mais recursos no Plano Safra 22 de março de 2019 Entidades privadas e órgãos do governo representativos do setor florestal estiveram reunidos nesta quinta-feira (21), na Câmara Setorial da Cadeia ...
Em Cuiabá, MS discute Fundos emergenciais de saúde animal 22 de março de 2019 Dentro do Programa Nacional de Febre Aftosa (PNEFA), que prevê a retirada da vacinação no Brasil nos próximos anos, um dos temas que requer grande...
Acesso à internet no campo deve ter proposta para ampliação neste ano 22 de março de 2019 O Secretario de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Fernando Camargo, de...
Cotações da arroba do boi gordo segue em alta pelo Brasil 22 de março de 2019 A oferta curta de boiadas terminadas ainda tem ditado o rumo das cotações da arroba do boi gordo. No fechamento da última quarta-feira (20/3) as al...
Tereza Cristina diz a investidores que é hora de olhar para oportunidades 22 de março de 2019 A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) disse nesta quinta-feira (21) em Nova York a executivos de grandes fundos de inves...
Balanço do mercado da carne bovina no atacado é fraco 22 de março de 2019 Desde que 2019 começou já se passaram 11 semanas e o preço da carne bovina sem osso vendida no atacado caiu em oito. Nos primeiros meses do ano ess...
Análise do cadastro rural deve ser automatizada, disse Valdir Colatto 22 de março de 2019 O diretor geral do Serviço Florestal Brasileiro, Valdir Colatto, apresentou nesta semana durante a 87° reunião da Associação Brasileira de Ent...