Notícias

Inspeção veicular reprova mais de 80% por falhas de segurança

15 de agosto de 2009

Mais de 80% dos veículos pesados (caminhões, ônibus e caminhonetes) que são submetidos à inspeção veicular reprovam por apresentar algum problema. Dentre esses, mais de 50% estão com os freios danificados. Esse índice também é grande para carros de passeio. Cerca de 65% dos veículos, geralmente com mais de cinco anos de uso, que são inspecionados reprovam pelo mesmo problema. Segundo o responsável técnico da Revisa, uma das duas empresas credenciadas pelo Inmetro no Estado para a inspeção veicular, Péricles Mainardi, são mais de 130 itens de segurança avaliados. Entre eles os primordiais, como: freios, suspensão, direção, pneus e sistema elétrico. Ele explica que a situação é preocupante. “Nos deparamos com veículos sem condições alguma de estarem transitando nas vias e rodovias.

Esse é um fato preocupante pois apresenta o descaso dos proprietários e que pode ocasionar acidentes gravíssimos”, comenta. Mesmo que a inspeção seja obrigatória, prevista no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), Artigo 106º, são poucos os veículos que procuram as empresas de inspeção veicular para regularização e emissão do Certificado de Segurança Veicular (CSV). D

e acordo com o responsável técnico, a maioria dos casos de inspeção é para veículos adaptados para o uso do GNV (Gás Natural Veicular). “O número de procura aumenta principalmente no final de cada mês devido à data limite do licenciamento”, explica Péricles. A equipe da Revisa assegura que toda inspeção feita é sinônimo de garantia nos itens avaliados. “Por isso somos uma empresa acreditada pelo INMETRO e homologada DENATRAN”, comentam.Eles acreditam na importância da fiscalização para o cumprimento do Art.106º do CTB, que exige certificado de segurança em casos de fabricação artesanal ou de modificação do veículo. “Essa seria uma saída para a redução nos altos índices de acidentes fatais nas vias e rodovias de Mato Grosso do Sul, além é claro, de contribuir para uma sociedade menos violenta e um meio ambiente mais conservado, com menos poluição”, concluem.

Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Governo prepara técnicos agropecuários para impulsionar o programa Terra Boa 25 de agosto de 2016  Pelo menos 120 pessoas, entre técnicos e produtores agropecuários, participaram nesta quinta-feira (25), em Campo Grande, do I Seminário do P...
ExpoMS: Venda de alimentos na Cecaf e implementos agrícolas são temas de reunião 25 de agosto de 2016 Dentro do estande da Agraer, na ExpoMS, o diretor-presidente Enelvo Felini, recebeu na manhã desta quarta-feira (24), os produtores rurais da Coopera...
Agraer promoverá curso de derivados do leite na ExpoMS 2016 24 de agosto de 2016 Com o objetivo de capacitar e oferecer alternativas de agregação de valor ao leite,  por meio de seus derivados, a Agraer (Agência de Desenvol...
Acrissul promove Baile do Produtor nesta quinta, 25 24 de agosto de 2016 A Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul) promove o Baile do Produtor nesta quinta-feira, a partir das 21 horas. O evento faz part...
ExpoMS Rural recebe Exposição Estadual do Cavalo Árabe no sábado, 27 24 de agosto de 2016 A ExpoMS Rural, feira promovida pela Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), que vai até o dia 5 de setembro, recebe neste sába...
Nota Oficial 23 de agosto de 2016 Acontecimentos recentes relacionados aos conflitos fundiários em Mato Grosso do Sul são reflexos da insegurança jurídica instalada, impactando neg...
Quedas gradativas nos preços no mercado de reposição 22 de agosto de 2016 Poucos são os negócios efetivados no mercado de reposição. Já são quatro semanas de preços praticamente estáveis, como consequência da própr...