Notícias

Importação chinesa de carne aumentou em 95,4% no mês de dezembro

29 de janeiro de 2020

As importações chinesas de carnes e miúdos totalizaram 6,178 milhões de toneladas em 2019, informou na manhã desta segunda-feira, 27, o Departamento de Alfândegas da China (GACC, na sigla em inglês). A despesa com a importação do produto atingiu US$ 19,251 bilhões, também no acumulado do ano. Em dezembro, o país asiático importou 693.453 toneladas de proteína animal, volume 95,4% maior que o adquirido em igual mês do ano anterior. O valor desembolsado foi de US$ 2,515 bilhões, 150,9% acima do valor gasto em igual mês de 2018.

As importações de carne suína foram as que registraram maior alta em dezembro. No mês, a China adquiriu 269.846 toneladas, volume 178% superior ao comprado no mesmo mês do ano anterior. No acumulado de 2019, o país asiático comprou 2,108 milhões de toneladas de carne suína com o desembolso de US$ 4,674 bilhões. De carne bovina, o país asiático importou 189.312 toneladas em dezembro, alta de 80,9% na comparação anual. Em 2019, foram adquiridas 1,659 milhão de toneladas da commodity pela China pelo valor de US$ 8,225 bilhões.
 
As compras de carne frango e miúdos de frango congelados cresceram 95,3%, para 86.107 toneladas em dezembro do ano passado. No acumulado do ano que passou, a China comprou 779.550 toneladas do produto com o desembolso de US$ 1,973 bilhão. De carne de cordeiro, o país adquiriu 37.301 toneladas em dezembro, 35,4% a mais que no mesmo mês do ano anterior. No acumulado do ano, a China importou 392.319 toneladas da proteína, gerando despesa de US$ 1,861 bilhão. O aumento das importações chinesas de carnes ocorre em meio à crise que o país enfrenta na procura de alternativas para o suprimento de proteína animal, como consequência do avanço da peste suína africana (ASF, na sigla em inglês) sobre o seu rebanho. O Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais da China estima que cerca de 41% do plantel do país já foi dizimado pela doença.

Fonte: Revista Globo Rural
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Arroba do boi gordo reage no fim de março e analista descarta queda forte para abril 03 de abril de 2020 Março terminou com uma variação intensa no preço da arroba do boi, em especial diante das incertezas decorrentes da eclosão do coronavírus no Br...
JBS abre 3 mil vagas de emprego no Brasil em meio à crise do coronavírus 03 de abril de 2020 A JBS anunciou, no fim da tarde desta quinta-feira (2/4), a abertura de 3 mil vagas de emprego, entre postos de trabalho diretos e indiretos. As vagas...
Suínos: Preço do vivo e da carne caem com mais força no final de março 03 de abril de 2020 De acordo com pesquisas do Cepea, os preços do suíno vivo e da carne caíram com um pouco mais de força no encerramento de março. A pressão veio ...
Forte aumento nos embarques brasileiros de soja em grão em março 03 de abril de 2020 De acordo com Secretaria de Comércio Exterior (Secex), o Brasil exportou 11,64 milhões de toneladas de soja em grão em março deste ano. O vol...
Boi gordo: com o avanço das escalas, compradores diminuíram o ritmo 03 de abril de 2020 Na média das 32 praças pecuárias monitoradas pela Scot Consultoria, nos últimos sete dias, a cotação da arroba do boi gordo subiu 2,1%. Com...
Covid-19: Detran-MS prorroga prazo de licenciamento que venceria em abril 03 de abril de 2020 Proprietários de veículos com placas final 1 e 2, que precisariam quitar seu licenciamento no mês de abril, conforme calendário publicado no iníc...
Sexta de céu parcialmente nublado e máxima de 33°C em MS 03 de abril de 2020 A sexta-feira (3.4) será de tempo instável. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) indica céu nublado a parcialmente nublado com pancadas de ...


Foto: Divulgação
A despesa com a importação do produto atingiu US$ 19,251 bilhões, também no acumulado do ano