Após 35 meses, cotação do couro volta a subir

22 de janeiro de 2020

A alta do dólar (em relação ao real) colaborou com o aumento do volume para exportação. Nas primeiras duas semanas de 2020, segundo a Secretaria de Comércio Exterior (Secex), o Brasil embarcou uma média diária de 2,8 mil toneladas de couro. Volume 66,1% maior que a média exportada em dezembro último e alta de 48,7% na comparação anual.

Além da exportação em alta, a oferta está limitada, o que colaborou com a valorização registrada. No Brasil Central, o couro verde está cotado em R$ 0,45/kg, considerando o produto de primeira linha. Alta de 12,5% frente ao início do ano. No Rio Grande do Sul, o cenário é semelhante. No estado, o couro verde comum está cotado em R$ 0,45/kg. Para o curto prazo, a expectativa é de que a boa demanda do mercado externo mantenha as cotações sustentadas.
Fonte: Scot Consultoria