Notícias

Preço do leite pago ao produtor recuou no pagamento de outubro

06 de novembro de 2019

O mercado do leite registrou quedas ao produtor no pagamento realizado em outubro (produção de setembro), depois do cenário mais firme no mês anterior. Considerando a média nacional dos dezoito estados pesquisados pela Scot Consultoria, o recuo foi de 0,6% e o produtor recebeu, em média, R$ 1,193 por litro, sem o frete, considerando o leite padrão. 

O preço médio com bonificações por qualidade ficou em R$ 1,565 por litro, queda de 0,8%, em relação ao pagamento anterior. Destacamos a pressão de baixa no mercado interno com a oferta de leite maior nos últimos meses, entretanto, as quedas verificadas nos preços pagos aos produtores têm sido mais amenas, frente à média histórica para o período. 
 
Isto porque, os incrementos na produção têm sido menores, devido aos atraso na chuvas que afetaram a retomada do capim e também em função dos cortes na alimentação por parte de alguns produtores, com as quedas no preço do leite, que afetam a produção e mantém certa concorrência entre as indústrias. 
 
Segundo o Índice de Captação da Scot Consultoria, em setembro o volume captado (média nacional) aumentou 0,7% e os dados parciais de outubro apontam para incremento de 1,5% na comparação mensal. Para uma comparação, em outubro de 2018, a produção nacional cresceu 3,9%, segundo o indicador. 
 
Para o pagamento a ser realizado em novembro/19, que remunera a produção entregue em outubro, 67% dos laticínios pesquisados pela Scot Consultoria acreditam em manutenção das cotações, 23% falam em queda e os 10% restantes estimam alta (todos na região Nordeste). Ou seja, uma parcela grande das indústrias estima um cenário ainda concorrido pela matéria-prima em curto prazo, o que poderá limitar as quedas no preço do leite ao produtor ou até mesmo trabalhar em um ambiente mais estável no pagamento seguinte. 
 
Vai depender de como virá a produção daqui para a frente e também como reagirá a demanda em novembro. Para o pagamento de dezembro (produção de novembro) aumentou o número de laticínios estimando queda no preço do leite, mas ainda assim muitas indústrias não descartam um cenário de manutenção. Somente no Nordeste são esperados reajustes positivos para o produtor nos próximos dois pagamentos.

Fonte: Scot Consultoria
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

MS é o segundo Estado a emitir Certificado de Inspeção Sanitária por meio eletrônico 14 de julho de 2020 A Iagro vem trabalhando na modernização dos seus sistemas e na facilitação do atendimento e na última sexta-feira implantou oficialmente a o Cert...
Arroba segue firme, sustentada pela escassez de boiada 14 de julho de 2020 Os frigoríficos brasileiros bem que tentaram, na semana passada, frear o movimento de alta nos preços do boi gordo, mas essa estratégia parece que ...
Terça-feira de tempo instável e mudanças no clima 14 de julho de 2020 Mato Grosso do Sul terá terça-feira (14.7) de tempo instável e início de mudanças no clima. A previsão do Centro de Monitoramento do Tempo e do ...
Reinaldo Azambuja cobra no Ministério da Agricultura liberação de R$ 70 milhões em emendas 14 de julho de 2020 Para ampliar investimentos na agricultura familiar de Mato Grosso do Sul, o governador Reinaldo Azambuja cobrou no Ministério da Agricultura, Pecuár...
Regulamentação do uso de drones em atividades agropecuárias é colocada em consulta pública 14 de julho de 2020 A Secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) colocou em consulta pública nesta sexta-feira (1...
Com alta de 24,5%, exportações do agro batem recorde para meses de junho e ultrapassam US$ 10 bilhõe 14 de julho de 2020 As exportações do agronegócio foram recordes para os meses de junho nesse mês de junho de 2020, com registros de vendas externas de US$ 10,17 bilh...
MPT investiga casos de Covid-19 e fragilidade na prevenção em 10 frigoríficos no MT 10 de julho de 2020 Um levantamento do Ministério Público do Trabalho (MPT) junto às cinco maiores empresas frigoríficas do Mato Grosso apontou que pelo menos 10 unid...


Foto: Divulgação
Somente no Nordeste são esperados reajustes positivos para o produtor nos próximos dois pagamentos