Importação de lácteos cresceu 4,8% no acumulado de 2019, frente a 2018

10 de outubro de 2019

As importações de lácteos tiveram ligeira queda em agosto e setembro, na comparação mensal, segundo a Secretaria de Comércio Exterior (Secex). Em agosto, o volume reduziu 0,9% e os gastos caíram 7,1% frente a julho último. 

O principal produto adquirido no período foi o leite em pó e os queijos. No período, a importação de leite em pó aumentou 2,9%, já os queijos tiveram queda de 17,8%. 
 
Os principais fornecedores de lácteos para o Brasil, em volume, em agosto, seguem sendo a Argentina e o Uruguai, na sequência de importância, que juntos representaram 88,1% do total. No acumulado do ano o volume importado pelo Brasil aumentou 4,8% na comparação com igual período de 2018. 
Fonte: Scot Consultoria