Notícias

Ferramenta do Senar/MS é capaz de aumentar produtividade da colmeia e ser termômetro apícola

23 de agosto de 2019

Uma planilha criada pela Assistência Técnica e Gerencial do Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural tem ajudado apicultores de Mato Grosso do Sul no gerenciamento dos apiários. É possível verificar a evolução da atividade a partir de indicadores econômicos e de desempenho produtivo, que avaliam os manejos, alimentação, entre outros detalhes, e o melhor, estas informações podem ser abastecidas pelo próprio produtor. Esse é o tema da série Educação no Campo desta semana.

A ferramenta foi elaborada pela equipe de profissionais que atende o Senar/MS, composta por um grupo de zootecnista, veterinário, biólogo e um técnico em agropecuária. O formato foi pensado para tornar a apicultura mais competitiva e o diferencial é que ela permite o acompanhamento do desempenho da atividade e identifica as práticas eficazes em toda a safra e entre safra. Com o instrumento é possível saber o custo para produzir cada quilo de mel e o investimento necessário para a implantação de uma colmeia.
 
De acordo com o coordenador de ATeG em Apicultura, André Nunes, a ideia nasceu da necessidade de ter um sistema de gestão para a cadeia produtiva. “Normalmente o controle é feito a partir do resultado da colheita de mel, ou seja, um número absoluto, sem contabilizar o manejo praticado ou, por exemplo, se o custo de produção está acima do ideal. Podemos dizer que a ferramenta é um “termômetro da produção”, onde é possível verificar se o apicultor está ou não no caminho certo, acompanhar dia após dia, e até mesmo trabalhar com comparativos de meses e anos anteriores”.
 
“Na apicultura, o trabalho é predominantemente manual, exige força e ainda não temos muita automação na produção, como a entrada de máquinas para auxiliar a colheita, transporte de apiários e outros equipamentos. Podemos dizer que esta é uma característica específica da atividade, mas também um desafio. Ao mesmo tempo em que temos condições climáticas que favorecem o aumento da produtividade por colmeia, inclusive acima de outros países.” comenta.
 
Atualmente 60 produtores recebem a Assistência Técnica e Gerencial no estado. Para receber a consultoria, os interessados devem procurar pelo sindicato rural do seu município, que repassará as primeiras orientações. Os participantes recebem capacitação gerencial, intercâmbio tecnológico e visitas em propriedades modelos, reuniões, visitas técnicas gerenciais, planejamento de atividades, calendário, avaliação mensal, entre outros itens. O Senar/MS também oferece cursos gratuitos de Formação Profissional Rural nesta cadeia produtiva como Apicultura Básica e Avançada; Criação e Manejo de Abelhas sem Ferrão; Produção de Lâminas de Cera Alveolada; além de Produção de Pólen, de Própolis e de Rainha.

Fonte: Famasul
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Meteorologia prevê calor acima dos 40°C para esta quinta-feira no Estado 19 de setembro de 2019 A influência de ventos do quadrante sul, provocou nebulosidade e leve queda nas temperaturas em grande parte de Mato Grosso do Sul nesta quarta-feira...
ILPF puxa produtividade pecuária e achata produtor menos tecnificado 19 de setembro de 2019 Os elevados índices de produtividade da pecuária em sistema de integração com lavoura e floresta, a ILPF, tendem a elevar a competitividade do set...
Pastos com menor capacidade de suporte geram lentidão no mercado de reposição 19 de setembro de 2019 A demanda está fria no mercado de reposição, o que justifica a lenta movimentação desta semana. Além da qualidade fraca dos pastos, os comprador...
Grupo de trabalho inicia atividades do Observatório da Agropecuária 19 de setembro de 2019 O grupo de trabalho criado para identificar os sistemas e bases de informações que vão fazer parte do Observatório da Agropecuária Brasileira ini...
Confinamento deve crescer para até 5,5 milhões de cabeças 19 de setembro de 2019 O Brasil deve confinar este ano entre 5,3 milhões e 5,5 milhões de bovinos, aumento de 4,5% a 8,5% ante 5,07 milhões de animais engordados no cocho...
Preço do boi gordo sobe em quatro praças 19 de setembro de 2019 Na última terça-feira (17/9), os preços do boi gordo subiram no Norte de Minas Gerais, na região de Três Lagoas-MS, no Oeste do Maranhão e no Su...
Kuwait abre mercado para mel do Brasil 19 de setembro de 2019 A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) anunciou nesta quarta-feira (18) a abertura do mercado do Kuwait para o mel do Bra...


Foto: Divulgação
Atualmente 60 produtores recebem a Assistência Técnica e Gerencial no estado