Notícias

Brasil sediará reunião da Comissão Interamericana de Agricultura Orgânica em 2020

23 de agosto de 2019

O Brasil foi escolhido para sediar a XII Reunião Ordinária da Comissão Interamericana de Agricultura Orgânica (CIAO), em 2020. A decisão foi tomada durante a XI reunião, que ocorre nesta semana, em Santo Domingo, na República Dominicana. A reunião será realizada em Brasília, no mês de agosto, com a participação dos países-membros da comissão: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, Estados Unidos, Honduras, Guatemala, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Uruguai e Venezuela. Espanha e Portugal participam como observadores permanentes.

O Brasil vem conquistando espaço significativo no cenário de desenvolvimento da produção orgânica nas Américas, assim como se destaca em iniciativas para fortalecimento dos mecanismos de controle, inovando no reconhecimento do controle social, por meio dos Sistemas Participativos de Garantia e das Organizações de Controle Social para venda direta. 
 
“Receber os países-membros da CIAO representará um marco importante para o fortalecimento e reconhecimento dos esforços brasileiros no desenvolvimento da rede de produção orgânica. Assim como, representará também uma grande oportunidade para construção de acordos de cooperação e abertura de negociação para harmonização das normas de produção orgânica, abrindo portas para o mercado internacional”, ressalta a coordenadora de Produção Orgânica da Secretaria de Defesa Agropecuária, Virgínia Lira.
 
A CIAO tem como objetivo atuar como instância técnica de gestão de conhecimento e de socialização e difusão de informações relevantes ao setor, além de contribuir para o fortalecimento das estruturas institucionais das autoridades competentes da temática de agricultura orgânica nos países americanos.
 
A realização da XII Reunião Ordinária da CIAO terá o apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA no Brasil), da Associação Brasileira de Agroecologia (ABA), assim como dos membros da Câmara Temática de Agricultura Orgânica (CTAO), da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF) e do Sindicato dos Produtores Orgânicos do DF (Sindiorgânicos). 

Fonte: Mapa
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Meteorologia prevê calor acima dos 40°C para esta quinta-feira no Estado 19 de setembro de 2019 A influência de ventos do quadrante sul, provocou nebulosidade e leve queda nas temperaturas em grande parte de Mato Grosso do Sul nesta quarta-feira...
ILPF puxa produtividade pecuária e achata produtor menos tecnificado 19 de setembro de 2019 Os elevados índices de produtividade da pecuária em sistema de integração com lavoura e floresta, a ILPF, tendem a elevar a competitividade do set...
Pastos com menor capacidade de suporte geram lentidão no mercado de reposição 19 de setembro de 2019 A demanda está fria no mercado de reposição, o que justifica a lenta movimentação desta semana. Além da qualidade fraca dos pastos, os comprador...
Grupo de trabalho inicia atividades do Observatório da Agropecuária 19 de setembro de 2019 O grupo de trabalho criado para identificar os sistemas e bases de informações que vão fazer parte do Observatório da Agropecuária Brasileira ini...
Confinamento deve crescer para até 5,5 milhões de cabeças 19 de setembro de 2019 O Brasil deve confinar este ano entre 5,3 milhões e 5,5 milhões de bovinos, aumento de 4,5% a 8,5% ante 5,07 milhões de animais engordados no cocho...
Preço do boi gordo sobe em quatro praças 19 de setembro de 2019 Na última terça-feira (17/9), os preços do boi gordo subiram no Norte de Minas Gerais, na região de Três Lagoas-MS, no Oeste do Maranhão e no Su...
Kuwait abre mercado para mel do Brasil 19 de setembro de 2019 A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) anunciou nesta quarta-feira (18) a abertura do mercado do Kuwait para o mel do Bra...


Foto: Divulgação
O Brasil vem conquistando espaço significativo no cenário de desenvolvimento da produção orgânica nas Américas