Notícias

Estado vai submeter pedido da Acrissul de reduzir ICMS do bezerro a estudo técnico

19 de julho de 2019
Em resposta ao requerimento encaminhado pela Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), para reduzir o ICMS sobre operações interestaduais para venda de bezerros, a Secretaria de Fazenda irá submeter o pedido a estudos técnicos mais aprofundados para subsidiar uma tomada de decisões.
 
Conforme correspondência enviada pelo secretário de Fazenda de MS, Felipe Mattos, o atual cenário econômico não recomenda a adoção de medidas que possam impactar negativamente na arrecadação do Estado.
 
Ao analisar o pedido encaminhado pela Acrissul, o secretário esclareceu que as alíquotas aplicáveis às operações e prestações, interestaduais e de exportação, são estabelecidas por resolução do Senado Federal, de iniciativa do Presidente da República ou de um terço dos senadores, aprovada pela maioria absoluta de seus membros.
 
Desta forma, atualmente a Resolução nr. 22/89 do Senado Federal fixa em 12% a alíquota do ICMS nas operações interestaduais e, em 7% a aliquota nas operações e prestações realizadas nas regiões Sul e Sudeste, destinadas às regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste e ao estado do Espírito Santo.
 
Outra saída para amenizar a carga tributária no segmento seria através de concessão de benefício fiscal pelo Estado, por redução da base de cálculo ou por crédito presumido. Entretanto há uma lei complementar que exige que isso seja feito através de um convênio no âmbito do CONFAZ (Conselho Nacional de Política Fazendária), com a aprovação unânime dos Estados e do Distrito Federal.
 
Segundo ainda o secretário de Fazenda, na hipótese de benefício fiscal, há que se analisar o disposto na Lei de Responsabilidade Fiscal, que impõe algumas justificativas para a concessão, como estimativa de impacto orçamentário-financeiro nos exercícios futuros, a garantia de que a medida não afetará as metas fiscais previstas e a observação de medidas de compensação.
 
Para o presidente da Acrissul, a entidade aguardará os trâmites necessários e que continuará vigilante em defesa dos interesses do setor agropecuário e de medidas que contribuirão para o engrandecimento da economia estadual, baseada fundamentalmente na produção rural.
 

Fonte: Da Assessoria | Acrissul
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Quinta-feira com possibilidade de chuva forte em algumas regiões do Estado 23 de janeiro de 2020 Mato Grosso do Sul terá uma quinta-feira (23.01) com temperaturas agradáveis e a máxima neste dia fica na casa dos 34°C. A previsão do Institu...
Mercado do boi gordo segue lento em várias praças pecuárias 23 de janeiro de 2020 Normalmente, às terças-feiras, o mercado do boi gordo está mais definido e o fluxo de negócios é maior. Contudo, no fechamento da última terça-...
Ferramentas de baixo custo e com retorno rápido otimizam resultados na propriedade 23 de janeiro de 2020 Os produtores rurais atendidos pelo programa de Assistência Técnica e Gerencial em Horticultura, do Senar/MS, já sabem que implantar a irrigação ...
Preços dos animais de reposição recuaram neste início do ano 23 de janeiro de 2020 O mercado de animais para reposição tem trabalhado com cautela nesse início de ano, devido à pressão de baixa no mercado do boi gordo. Segundo le...
Indústria chinesa inicia operação em outubro e vai gerar 300 empregos em Maracaju 23 de janeiro de 2020 As obras da indústria de processamento de milho da empresa chinesa BBCA, no município de Maracaju, estão em ritmo forte e a produção de amido e f...
Queda no poder de compra do pecuarista em relação ao farelo de soja 23 de janeiro de 2020 O preço do farelo de soja subiu 3,3% em São Paulo em janeiro/20, em relação à média de dezembro/19. Segundo levantamento da Scot Consultoria, a ...
Governador diz no Showtec que Investimento em pesquisa potencializa agronegócio 23 de janeiro de 2020 Mato Grosso do Sul deve registrar neste ano mais uma produção recorde de soja. Projeções do Governo do Estado indicam que a safra 2019/2020 da ole...


Foto: Reprodução
Redução da alíquota do ICMS do bezerro para vendas interestaduais aumentaria a competitividade do Estado, puxando toda a cadeia produtiva