Notícias

Valor da Produção Agropecuária é estimado em R$ 602,8 bilhões em 2019

16 de julho de 2019

O Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) estimado para 2019, com base nas informações de junho, é de R$ 602,8 bilhões, com acréscimo real de 1,1 % em relação a 2018. A pecuária teve acréscimo de 4,36% em relação ao ano passado e a lavoura ligeira queda (-0,45%). O faturamento é de R$ 398,8 bilhões nas lavouras e de R$ 204,0 bilhões na pecuária.

“Um grupo grande de produtos vem tendo resultados melhores do que no ano passado”, observa o coordenador geral de Avaliação de Políticas e Informação, José Gasques. Destacam-se algodão, 17,2 % de aumento; amendoim, 15,7 %; banana, 21,6 %; batata inglesa, 119,2 %; feijão, 72,9 %; laranja, 11,5 %; mamona, 34,3 %; milho, 18,8 %; tomate, 20,4 %, e trigo, 13,6 %. No grupo, chama atenção o algodão. A Conab em seu Boletim deste mês destaca que os agricultores, diante de boas cotações do pluma, investiram nesta safra, ocorrendo incremento recorde na área plantada, de 36,2 %.
 
Bons resultados vêm ocorrendo em carne bovina, suína e frango, destaca, o coordenador. “Essa melhoria deve-se especialmente ao mercado internacional favorável às carnes nos últimos 12 meses”, observou, citando como fonte o (Mapa/Agrostat 2019).
 
Os desempenhos desfavoráveis vêm ocorrendo com arroz ( -6,1%), café ( -24,1%), cana de açúcar(-8,2 %), mandioca (-9,4%), soja ( -13,4%) e uva (-6,6 %). Essas representam 67 % do valor da produção das lavouras. Nos últimos 10 anos, a área cultivada de arroz foi reduzida em aproximadamente 38 %, sobretudo em áreas de sequeiro. Mas houve forte salto de produtividade, estimado pela Conab em 95% entre 2001 e 2018.
 
Na pecuária, leite e ovos também têm apresentado valor da produção abaixo do ocorrido no ano passado.
Nesta safra, alguns produtos vêm obtendo acentuados aumentos de preços reais. Pode-se observar na banana, 18 %; batata inglesa, 117%; feijão, 70% tomate, 27,2 %, e carne de frango, 14,1 %.
 
Os resultados regionais mostram, como em relatórios anteriores, que o Centro Oeste lidera o VBP nacional com estimativa de R$ 174 bilhões, Sul R$ 150,6 bilhões, Sudeste R$ 144,9 bilhões, Nordeste R$ 57,7 bilhões, e Norte R$ 36,7 bilhões.

Fonte: Mapa
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Meteorologia prevê sexta-feira com chuva e nebulosidade nas regiões sul e sudoeste do Estado 23 de agosto de 2019 O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) indica possibilidade de chuvas isoladas para esta sexta-feira (23.08) em algumas cidades de Mato Grosso d...
Milho apresenta piora no poder de compra do pecuarista em agosto 23 de agosto de 2019 Os preços do milho subiram no mercado interno em agosto acompanhando a valorização do dólar e a expectativa de uma boa movimentação para exporta...
Autorizações de pesca são prorrogadas por 240 dias 23 de agosto de 2019 Foi publicada nesta quinta-feira (22), no Diário Oficial da União (DOU), a Instrução Normativa (IN) 31, prorrogando as autorizações de pesca por...
Corredor Rodoviário Bioceânico avança em frentes estratégicas para a efetivação do projeto 23 de agosto de 2019 Os resultados apresentados na 8ª Reunião do Grupo de Trabalho do Corredor Rodoviário Bioceânico, realizada nos dias 21 e 22 de agosto em Campo...
Produção total de etanol deve ficar em 31,6 bilhões de litros em 2019 23 de agosto de 2019 Este ano o Brasil deverá produzir 30,3 bilhões de litros de etanol da cana-de-açúcar e mais 1,35 bilhão de litros a partir do milho, o que dá um...
Ferramenta do Senar/MS é capaz de aumentar produtividade da colmeia e ser termômetro apícola 23 de agosto de 2019 Uma planilha criada pela Assistência Técnica e Gerencial do Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural tem ajudado apicultores de Mato...
Brasil sediará reunião da Comissão Interamericana de Agricultura Orgânica em 2020 23 de agosto de 2019 O Brasil foi escolhido para sediar a XII Reunião Ordinária da Comissão Interamericana de Agricultura Orgânica (CIAO), em 2020. A decisão foi toma...


Foto: Divulgação
Algodão teve aumento de área plantada motivado por aumento doa cotação internacional