Notícias

MS quer ampliar comércio com a China abrindo mercado para carne de frango

03 de junho de 2019

Principal parceiro comercial de Mato Grosso do Sul, destino de quase 50% de tudo que o Estado exporta, a China e seu mercado consumidor gigante pode impactar positivamente a economia local ao abrir espaço para a carne de frango. “Atualmente, apenas 2% do volume de exportações para a China são de carne processada de ave, e os chineses precisam importar e Mato Grosso do Sul pode fornecer”, observou o secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, durante o Almoço-debate Brasil China realizado nesta sexta-feira (31), no Restaurante Yotedi, em Campo Grande.

 
O evento reuniu empresários brasileiros (na maioria) e chineses e trouxe a Campo Grande o ministro da Embaixada da República da China, Song Yang; e o deputado federal por São Paulo Fausto Pinato, presidente da Frente Parlamentar Brasil China. A organização foi do Lide MS (Lideranças Empresariais) e estavam presentes o presidente da entidade em Mato Grosso do Sul, Carlos Melke Filho; Guto Dobes Filho, CEO da Lide no Estado e José Ricardo dos Santos Júnior, CEO do LIDE China. O secretário de Governo, Eduardo Riedel, representou o governador Reinaldo Azambuja.
 
A fala do ministro Song Yang foi de incentivo e esperança. A visita recente do vice-presidente da República, Carlos Mourão, animou o governo chinês e estabeleceu os alicerces de uma nova parceria que pode render bons frutos ao Brasil, disse Yang. Ano passado, Brasil e China negociaram US$ 111 bilhões, no primeiro trimestre deste ano a conta já supera US$ 34 milhões. A China produz o dobro de grãos que o Brasil, mas sua população é 17 vezes maior, portanto precisa importar. E a produção brasileira excede muito o consumo interno.
 
Infraestrutura e turismo
 
Além de chamar a atenção dos chineses para a carne de frango do Estado, o secretário Jaime Verruck lembrou que apenas 1,62% dos turistas estrangeiros que visitaram Mato Grosso do Sul no ano passado são chineses. “Temos muitos atrativos, o Pantanal, Bonito, os chineses precisam saber disso e precisam conhecer. Vamos investir em campanhas de publicidade lá na China”, afirmou.
 
Outra área que o Estado quer a parceria com a China é no setor de infraestrutura. Os chineses têm a maior rede ferroviárias de trens de alta velocidade do mundo, supera todos os países, juntos. Tem tecnologia e recursos para investir. Verruck apresentou o traçado do projeto de ferrovia bioceânica ligando o porto de Santos (SP), passando pela Bolívia até chegar aos portos peruanos ou descer para a Argentina, por Antofagasta e chegar ao Chile. Mato Grosso do Sul está no centro dessa rota. “Queremos encurtar em 14 dias a viagem dos produtos brasileiros até a China saindo pelo Pacífico”.
 
O secretário apresentou, ainda, a produção de carnes de Mato Grosso do Sul – que a China precisa para suprir o mercado interno. No ano passado o Estado abateu e processou 165.540.386 unidades de frango, 1.930.032 cabeças de suínos e 3.293.545 cabeças de bovinos. “Queremos continuar exportando soja, farelo de soja para a China, mas temos a oportunidade de negociar também carne animal processada e isso muito nos interessa”, frisou.

Fonte: Semagro | MS
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Estado vai submeter pedido da Acrissul de reduzir ICMS do bezerro a estudo técnico 19 de julho de 2019 Em resposta ao requerimento encaminhado pela Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), para reduzir o ICMS sobre operações intere...
Sexta-feira com pancadas de chuva e altas temperaturas em MS 19 de julho de 2019 A previsão para esta sexta-feira (18.7) conforme o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) é de possibilidade de chuva nas regiões oeste e...
Baixa liquidez mantém mercado do boi com preços andando de lado 19 de julho de 2019 O mercado do boi gordo em São Paulo está enfraquecido e com poucos negócios concretizados. Nos patamares atuais de preços os pecuaristas ficam mai...
Selo agrega valor e permite acessar grandes mercados, destacou Tereza Cristina 19 de julho de 2019 Em discurso na solenidade de 200 dias do governo Bolsonaro, a ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) comemorou a assinatura...
Demanda baixa mantém mercado do sebo pressionado 19 de julho de 2019 Apesar das recentes altas do óleo de soja (utilizado na produção de biodiesel) o mercado de sebo segue com os preços frouxos. No Brasil Centr...
Senar divulga agenda com programações no maior evento científico da América Latina 19 de julho de 2019 O Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural estará presente na 71ª Reunião Anual da SBPC – Sociedade Brasileira para o Pro...
Regulamentação do Selo Arte é sonho antigo de produtores de queijo artesanal 19 de julho de 2019 A regulamentação do Selo Arte “é o sonho dos nossos antepassados se concretizando”. Assim define a produtora Maria Lucilha de Faria, de...


Foto: Divulgação
O evento reuniu empresários brasileiros e chineses e trouxe a Campo Grande o ministro da Embaixada da República da China, Song Yang