Notícias

Brasil vai mandar lista de 30 frigoríficos indicados a exportar para a China

24 de maio de 2019

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento encaminhou nesta quinta-feira (23) ao governo chinês a lista com os nomes de 30 frigoríficos brasileiros indicados a exportar para a China. O anúncio foi feito pela ministra Tereza Cristina em entrevista à imprensa de balanço da missão a Ásia.

 
De acordo com a ministra, a lista foi um dos acordos firmados com a Aduana chinesa durante a viagem. Nesta quarta-feira, a ministra e equipe técnica do ministério reuniram-se com representantes de associações de exportadores de carnes para a escolha das empresas. O ministério conferiu a documentação dos estabelecimentos e a lista será encaminhada para análise do governo chinês.
 
Tereza Cristina explicou que ficou acertada a indicação de 20 plantas, porém a ministra solicitou número maior. "Eu pedi aos chineses, a GACC (Aduana da China) que eu tivesse a oportunidade de indicar 30 plantas, e não 20", afirmou.
 
Dos 30 frigoríficos, explicou a ministra, seis já foram vistoriados e aprovados pelos chineses, mas não habilitados. A lista traz plantas exportadoras de carnes bovina, de aves, suína e asinino. Atualmente, 16 exportadores de carne bovina estão habilitados pela China, nove de carne suína e mais de 35 de aves.
 
Tereza Cristina informou que não há data para a China informar quais e quantos serão os novos habilitados. A ministra espera receber uma resposta no prazo de 30 dias.
 
“Conseguimos fazer que a coisa caminhasse. Agora, eles vão examinar, está nas mãos deles”, ressaltou a ministra aos jornalistas.
 
Tereza Cristina destacou que a viagem serviu para abertura de um canal de conversação permanente com os chineses sobre a habilitação de frigoríficos. “Um país importante comercialmente para o Brasil como a China, não podemos ir lá a cada dois meses, mas temos que ter um canal aberto de conversa, fazer o estreitamento dessa relação”, disse.

Plano Safra
A ministra disse que já conversou com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e com o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), sobre a votação do projeto de crédito suplementar (PLN 4/19), que inclui R$ 10 bilhões em recursos para equalização dos financiamentos do Plano Safra.
 
“Acredito que o Congresso sabe que a Agricultura tem prazo, não pode esperar. Então, acredito que o pacote vai ser votado o mais rápido possível, claro dentro dos prazos que o Congresso tem. Mas não vejo isso como nenhuma dificuldade”, disse.

Fonte: Ministério da Agricultura
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Boi gordo firme, apesar da baixa movimentação no início da semana 23 de outubro de 2019 Parte das indústrias aguardava um posicionamento mais claro do mercado para definir os preços de balcão na última segunda-feira (21/10). Contudo, ...
Pavilhão Brasil é inaugurado na Fruit Attraction 2019 na Espanha 23 de outubro de 2019 O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e o Ministério das Relações Exteriores (MRE), em parceria com Associação Brasileir...
Forte alta no preço da carne bovina no atacado 23 de outubro de 2019 Na última semana, na média de todos os cortes pesquisados pela Scot Consultoria, a carne bovina vendida pelo atacado ficou 2,8% mais cara. Uma alta ...
FPA quer garantir que exportação de produtos agropecuários continue isenta de ICMS 23 de outubro de 2019 A preocupação com alterações na Lei Kandir permanece na pauta da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA). A PEC 42/2019, que está para ser vota...
Câmara do Agro 4.0 apresenta as principais demandas para ampliar o uso de novas tecnologias 23 de outubro de 2019 A Câmara do Agro 4.0 iniciou os trabalhos nesta terça-feira (22), durante a programação da 16ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, apre...
Sebo bovino subiu 17,1% no segundo semestre 23 de outubro de 2019 Dados divulgados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) apontam que a produção de biodiesel aumentou em agosto e...
Chineses estudam ampliar investimento em plantas de açúcar no Brasil 23 de outubro de 2019 A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) reuniu-se nesta terça-feira (22), em Pequim, com o presidente da Cofco, Jun Lyu. ...


Foto: Divulgação
Tereza Cristina informou que não há data para a China informar quais e quantos serão os novos habilitados