Notícias

Unica diz que acordo com China é importante e espera incremento da exportação de açúcar

23 de maio de 2019

A União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) avaliou como importante o compromisso da China de não renovar a política de salvaguarda para a entrada de açúcar estrangeiro no país a partir de maio de 2020. "O governo brasileiro foi sensível e agiu com rapidez para reverter o impacto que as medidas chinesas causaram nas exportações", disse, em nota, o diretor executivo da Unica, Eduardo Leão.

 
Conforme a Unica, até o início da salvaguarda, a China era o maior mercado do Brasil, com mais de 2,5 milhões de toneladas de açúcar por ano-safra. Em 2018/2019, 890 mil toneladas foram embarcadas para o país. "A expectativa é que as exportações para o país possam retornar no próximo ano aos patamares anteriores à salvaguarda. Há também a possibilidade de o Brasil colaborar com o país a ampliar a participação dos biocombustíveis na matriz energética e, com isso, atender as metas de redução de emissão de gases de efeito estufa e melhorar a qualidade do ar em suas grandes cidades", disse Leão.
 
A entidade lembra que a China estabelece uma cota de importação anual de 1,95 milhão de toneladas de açúcar com tarifa de 15%. "Volumes extracota, até 2017, tinham 50% de tributo. Com a salvaguarda, volumes extracota passaram a ser taxados em 95%, com uma progressão decrescente ano a ano até o final do prazo, em maio de 2020", explica. Também era dada preferência de importação a países com menor participação no volume - o que excluía o Brasil.
 
A barreira comercial foi alvo de pedido de consulta na Organização Mundial de Comércio (OMC) pelo governo federal, que passou a negociar a reversão do quadro. Desde o início da salvaguarda, representantes da Unica visitaram duas vezes a China para reuniões com o governo e o setor produtivo. No Brasil, a equipe assessorou o governo na negociação.

Fonte: Estadão Conteúdo
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Boi gordo firme, apesar da baixa movimentação no início da semana 23 de outubro de 2019 Parte das indústrias aguardava um posicionamento mais claro do mercado para definir os preços de balcão na última segunda-feira (21/10). Contudo, ...
Pavilhão Brasil é inaugurado na Fruit Attraction 2019 na Espanha 23 de outubro de 2019 O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e o Ministério das Relações Exteriores (MRE), em parceria com Associação Brasileir...
Forte alta no preço da carne bovina no atacado 23 de outubro de 2019 Na última semana, na média de todos os cortes pesquisados pela Scot Consultoria, a carne bovina vendida pelo atacado ficou 2,8% mais cara. Uma alta ...
FPA quer garantir que exportação de produtos agropecuários continue isenta de ICMS 23 de outubro de 2019 A preocupação com alterações na Lei Kandir permanece na pauta da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA). A PEC 42/2019, que está para ser vota...
Câmara do Agro 4.0 apresenta as principais demandas para ampliar o uso de novas tecnologias 23 de outubro de 2019 A Câmara do Agro 4.0 iniciou os trabalhos nesta terça-feira (22), durante a programação da 16ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, apre...
Sebo bovino subiu 17,1% no segundo semestre 23 de outubro de 2019 Dados divulgados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) apontam que a produção de biodiesel aumentou em agosto e...
Chineses estudam ampliar investimento em plantas de açúcar no Brasil 23 de outubro de 2019 A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) reuniu-se nesta terça-feira (22), em Pequim, com o presidente da Cofco, Jun Lyu. ...


Foto: Reprodução
China estabelece uma cota de importação anual de 1,95 milhão de toneladas de açúcar com tarifa de 15%