Notícias

Brasil e China reafirmam cooperação para ampliar pauta de exportações do agronegócio

17 de maio de 2019

Os chineses foram receptivos e ficaram de analisar as propostas apresentadas pelo Brasil para abertura de mercado para proteínas, frutas, grãos e lácteos, afirmou a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tereza Cristina, no último dia da missão asiática na China.

 
“Foi muito bom, a gente sai daqui levando na bagagem o interesse dos chineses nos produtos brasileiros, não só nas proteínas animais, que hoje são uma grande oportunidade para o País,” disse.
 
A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) compõe a delegação brasileira que acompanha Tereza Cristina na missão. Segundo o diretor de Relações Internacionais da entidade, Gedeão Pereira,  "a ministra foi muito clara e nesse momento nos deixa bastante otimistas com o futuro porque a China precisa do Brasil para se levantar e o Brasil precisa da China para vender seus produtos."
 
Na quinta-feira (16), a ministra Tereza Cristina se reuniu com o ministro Ni Yuefeng, da Administração Geral de Aduanas da China, onde ficaram estabelecidos prazos para análise dos formulários entregues pelo Brasil para habilitação das 78 plantas frigoríficas que pretendem exportar carne bovina, suína e de aves para os chineses.
 
“Temos muito mais gente no Brasil que pode se habilitar e querer participar desse mercado que hoje está aí tão ansioso, precisando de proteína para baixar o preço no país. Enfim, para suprir esse vácuo do mercado que vai ficar com o problema da peste suína africana”, ressaltou Tereza Cristina.
 
Além das proteínas, os chineses ficaram interessados no farelo de soja e planejam fazer uma visita de inspeção ao Brasil no segundo semestre. “Tudo foi colocado na mesa e vai ter prazo para acontecer. Eu saio daqui com bastante esperança de que essas decisões e os bons resultados virão agora ao longo desses dois ou três próximos meses”, disse a ministra.
 
Para o vice-presidente da CNA, Muni Lourenço, a Confederação cumpriu seu papel ao representar os produtores rurais brasileiros na missão e acompanhar de perto as negociações em nome do setor privado.
 
“Conseguimos avanços importantes juntos ao governo chinês para que tenhamos uma previsibilidade e uma segurança para o empreendedor brasileiro com vistas ao mercado chinês. A China é uma grande potência econômica mundial e o maior parceiro do agronegócio brasileiro.”
 
A missão segue para o Vietnã e depois para a Indonésia, com agendas no Ministério da Agricultura dos dois países, e retorna ao Brasil na segunda-feira (20) à noite.

Fonte: CNA | Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Garantia-Safra pagará R$ 25,2 milhões para cobrir perdas de agricultores familiares com a seca 18 de setembro de 2019 A portaria 4.315, publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (17) pela Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura,...
Boi gordo: cotações firmes no início da segunda quinzena 18 de setembro de 2019  A oferta de boiadas está restrita e, com isso, o mercado está firme. Segundo levantamento da Scot Consultoria, em São Paulo, na última segun...
Tereza Cristina debate oportunidades de negócios no Brasil com investidores sauditas 18 de setembro de 2019 No último dia da viagem à Arábia Saudita, a ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) iniciou a agenda de compromissos dest...
Alta da carne bovina sem osso no atacado 18 de setembro de 2019 Durante a segunda semana de setembro, a carne bovina sem osso teve alta no mercado atacadista, puxada, principalmente, pela oferta comedida de matéri...
Valor Bruto da Produção Agropecuária deve atingir R$ 601,9 bi em 2019 18 de setembro de 2019 O Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) deve atingir R$ 601,9 bilhões este ano, com base nos dados de agosto. Esse valor é o segundo maior e...
Pressão de baixa no mercado de couro nacional 18 de setembro de 2019 O lento escoamento do produto não deixa espaço para que haja retomada de preços. O comum, são empresas realizando negócios abaixo da referência ...
Mapa fecha acordos para exportação de frutas, castanhas e derivados de ovos para Arábia Saudita 18 de setembro de 2019 Durante reunião com o CEO da Saudi Food and Drug Authority (SFDA) da Arábia Saudita, Hisham bin Saad Al Jadhey, a ministra Tereza Cristina (Agricult...


Foto: Reprodução
Missão brasileira retorna ao País na segunda-feira