Pressão de baixa perdendo força no mercado do boi gordo

17 de maio de 2019

A pressão de baixa que ditava a tônica no mercado do boi gordo perdeu força e o cenário comum foi o de estabilidade nas cotações, no fechamento desta quinta-feira (16/5). 

É fato que há frigoríficos testando preços abaixo das referências. Em São Paulo, por exemplo, a amplitude entre os preços mínimos e máximos chegou a R$5,00/@. Mas vale ressaltar que o volume de negócios efetivados nos menores patamares de preços foi baixo. 

 

No mercado atacadista de carne bovina com osso, a dificuldade no escoamento pressionou para baixo as cotações. A carcaça de bovinos castrados fechou cotada em R$10,06/kg, queda de 1,2% frente ao levantamento anterior. 

 

Outro fato que chamou atenção no levantamento foi a reação dos preços dos contratos de boi gordo no mercado futuro. 

 

O contrato com vencimento para outubro que iniciou a semana abaixo dos R$160,00/@ se aproximou dos R$164,00/@ nos últimos dias. 

 

Essa reação no mercado futuro traz de volta o ânimo para aqueles que planejam terminar a boiada no segundo giro de confinamento.  

Fonte: Scot Consultoria