Programa que prevê a retirada da vacina contra Febre Aftosa em MS é discutido com deputados

09 de maio de 2019

A convite do Deputado Marcio Fernandes, que compõe a Comissão de Agricultura, Pecuária e Políticas Rural, Agrária e Pesqueira da Assembleia Legislativa, a equipe do Governo do Estado, com representantes da Semagro e Iagro estiveram na Assembleia Legislativa para discutir o Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA) e as ações de responsabilidade do Estado de Mato Grosso do Sul.

 
Juntamente com a equipe do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) a equipe da Iagro formatou a apresentação das informações relativas as ações já realizadas e as demandas ainda pendentes visando atender o Plano.
 
Luciano Chiochetta, Diretor Presidente da agencia, fez a apresentação, que trouxe além dos dados sugestões para solução de alguns entraves.
 
O Superintendente do Ministério, Celso Martins, enriqueceu o debate ao discorrer sobre a importância da retirada da vacinação, destacando a situação dos estados que compõe o grupo junto com Mato Grosso do Sul, que de certa forma tem certa vantagem por não terem fronteira tão extensa quanto a de Mato Grosso do Sul.
 
O Presidente do CRMV-MS, Rodrigo Bordin Piva, falou da importância da valorização dos profissionais e a exemplo do que já havia dito no lançamento da campanha, no ultimo dia 2, deixou clara a disposição em colaborar com as ações do Grupo Gestor do Plano.
 
O Secretário Jaime Verruck, da Semagro, enalteceu o trabalho das equipes da Iagro e do Ministério, reforçou o compromisso do Governador Reinaldo Azambuja com o serviço de sanidade, lembrando da importância dessa atividade para a economia do Estado.
 
O Deputado Marcio falou do compromisso com o setor produtivo e em especial com a agencia e as atividades relativas a retirada da vacinação, reforçando que deve manter conversações com o Governador Reinaldo para reforçar a importância de dar celeridade as ações.
 
O PROGRAMA
O Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA) tem como estratégia principal a manutenção de zonas livres da doença, de acordo com as diretrizes estabelecidas pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).
 
A execução do PNEFA é compartilhada entre os diferentes níveis de hierarquia do serviço veterinário oficial com participação do setor privado, cabendo a cada um as responsabilidades destacadas na figura abaixo. Os governos estaduais, representados pelas secretarias estaduais de agricultura e instituições vinculadas, responsabilizam-se pela execução do PNEFA no âmbito estadual.
Fonte: Semagro | MS