Notícias

‘Safrinha’ de milho deve dar salto de 49,5% e levar MS novamente a terceiro maior produtor brasileir

09 de maio de 2019

A “safrinha” de milho, também chamada de segunda safra ou safra de inverno do cereal, deve crescer 49,5% em Mato Grosso do Sul em 2019 frente a 2018, saltando de 6,338 milhões de toneladas para 9,475 milhões de toneladas, segundo dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgados nesta quinta-feira (9).

 
Se confirmado esse volume de produção, será a segunda maior “safrinha” da história de Mato Grosso do Sul. Apenas no ciclo 2016/2017 foi colhida uma quantidade maior do cereal, 9,609 milhões de toneladas.
 
Validada essa estimativa da Conab, Mato Grosso do Sul deve retomar nesta temporada a posição de terceiro maior produtor de milho de inverno, posto que perdeu no ciclo passado para Goiás. Nesta “safrinha” somente os agricultores do Mato Grosso (29,505 milhões de toneladas) e do Paraná (12,790 milhões de toneladas) devem produzir mais que os sul-mato-grossenses.
 
O volume que o Mato Grosso do Sul deve colher de milho segunda safra é tão expressivo, que se o estado fosse um país, seria o 16º maior produtor mundial, conforme os dados mais recentes divulgados pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), que são de 2017.
 
Somente os Estados Unidos, a China, o Brasil, a Argentina, a Índia, a Indonésia, o México, a Ucrânia, a África do Sul, a Romênia, a França, o Canadá, a Rússia e a Nigéria, produziriam mais do que Mato Grosso do Sul.
 
A Conab atribui esse expressivo incremento na expectativa de produção de milho no estado a dois fatores. O primeiro é o aumento da área cultivada em 7,6%, com a extensão passando de 1,720 milhão de hectares para 1,850 milhão de hectares.
 
O segundo motivo é um crescimento de 38,9% na produtividade, com o volume subindo de 3.685 quilos por hectare – 61,4 sacas por hectare, para 5.120 quilos por hectare – 85,3 sacas por hectare.

Fonte: G1 MS
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Meteorologia prevê calor acima dos 40°C para esta quinta-feira no Estado 19 de setembro de 2019 A influência de ventos do quadrante sul, provocou nebulosidade e leve queda nas temperaturas em grande parte de Mato Grosso do Sul nesta quarta-feira...
ILPF puxa produtividade pecuária e achata produtor menos tecnificado 19 de setembro de 2019 Os elevados índices de produtividade da pecuária em sistema de integração com lavoura e floresta, a ILPF, tendem a elevar a competitividade do set...
Pastos com menor capacidade de suporte geram lentidão no mercado de reposição 19 de setembro de 2019 A demanda está fria no mercado de reposição, o que justifica a lenta movimentação desta semana. Além da qualidade fraca dos pastos, os comprador...
Grupo de trabalho inicia atividades do Observatório da Agropecuária 19 de setembro de 2019 O grupo de trabalho criado para identificar os sistemas e bases de informações que vão fazer parte do Observatório da Agropecuária Brasileira ini...
Confinamento deve crescer para até 5,5 milhões de cabeças 19 de setembro de 2019 O Brasil deve confinar este ano entre 5,3 milhões e 5,5 milhões de bovinos, aumento de 4,5% a 8,5% ante 5,07 milhões de animais engordados no cocho...
Preço do boi gordo sobe em quatro praças 19 de setembro de 2019 Na última terça-feira (17/9), os preços do boi gordo subiram no Norte de Minas Gerais, na região de Três Lagoas-MS, no Oeste do Maranhão e no Su...
Kuwait abre mercado para mel do Brasil 19 de setembro de 2019 A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) anunciou nesta quarta-feira (18) a abertura do mercado do Kuwait para o mel do Bra...


Foto: Reprodução | TV Morena
MS deve produzir nesta safrinha 9,475 milhões de toneladas de milho, volume suficiente para voltar a ser terceiro maior produtor brasileiro e que o co