Notícias

Agrishow movimenta R$ 2,9 bilhões e crescimento fica abaixo do esperado

06 de maio de 2019

Sem o mesmo entusiasmo do ano passado, os dirigentes da Agrishow anunciaram nesta sexta-feira (3/5), último dia da feira, um faturamento de R$ 2,9 bilhões, crescimento de 6,4% em relação aos 2,7 bilhões de 2018. O esperado era 10%. A diferença foi creditada à falta de recursos públicos para financiamento. Em 2018, a alta nos negócios foi de 22,7%.

O crescimento ficou bem abaixo do relatado nas primeiras feiras agrícolas do ano. A Tecnoshow, por exemplo, realizada em abril em Rio Verde (GO), anunciou faturamento de R$ 3,4 bilhões, um aumento de R$ 900 milhões em relação a 2018.

Pedro Estevão, presidente da Câmara Setorial de Máquina e Implementos Agrícolas da Abimaq (Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos), disse que o grande destaque na 26ª Agrishow foram as intenções de compra do setor de irrigação, com alta de 35%. Já as empresas de armazenagem relataram queda de 13%. Máquinas de grãos, café, cana e frutas registraram alta de 5% nos negócios e o setor de pecuária aumentou 4%.
 
A queda em armazenagem foi creditada à total falta de recursos do Plano Safra para os financiamentos da linha PCA (Programa para Construção e Ampliação de Armazéns do BNDES). “Já para a irrigação havia recursos, o que fez toda a diferença”, disse Estevão.
Com 20% de aumento anunciado nas vendas, a John Deere puxou para cima os negócios no setor de máquinas agrícolas. As outras grandes fabricantes não divulgaram números.
 
Francisco Maturro, presidente reeleito da Agrishow para o próximo biênio, destacou que a Abimaq solicitou aportes de R$ 3 bilhões ao Moderfrota, linha de financiamento para máquinas agrícolas, antes da feira. Na abertura, a ministra Tereza Cristina anunciou que o governo estava “raspando o tacho” e iria liberar R$ 500 milhões.
 
O dirigente diz que a maior preocupação do setor agora é quanto a taxa de juros do novo Plano Safra será maior em relação à Selic de 6,5%. O anúncio será feito no dia 12 de junho e as regras passam a valer em 1º de julho.
 
A organização da Agrishow anunciou ainda um aumento de 61% nas rodadas internacionais de negócios realizadas durante a feira. Segundo o presidente-executivo da Abimaq, José Velloso Dias Cardoso, 52 fabricantes nacionais fecharam contratos de US$ 33 milhões com compradores da Argentina, Austrália, Chile, Colômbia, Etiópia, México e Peru.

Fonte: Revista Globo Rural
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Garantia-Safra pagará R$ 25,2 milhões para cobrir perdas de agricultores familiares com a seca 18 de setembro de 2019 A portaria 4.315, publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (17) pela Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura,...
Boi gordo: cotações firmes no início da segunda quinzena 18 de setembro de 2019  A oferta de boiadas está restrita e, com isso, o mercado está firme. Segundo levantamento da Scot Consultoria, em São Paulo, na última segun...
Tereza Cristina debate oportunidades de negócios no Brasil com investidores sauditas 18 de setembro de 2019 No último dia da viagem à Arábia Saudita, a ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) iniciou a agenda de compromissos dest...
Alta da carne bovina sem osso no atacado 18 de setembro de 2019 Durante a segunda semana de setembro, a carne bovina sem osso teve alta no mercado atacadista, puxada, principalmente, pela oferta comedida de matéri...
Valor Bruto da Produção Agropecuária deve atingir R$ 601,9 bi em 2019 18 de setembro de 2019 O Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) deve atingir R$ 601,9 bilhões este ano, com base nos dados de agosto. Esse valor é o segundo maior e...
Pressão de baixa no mercado de couro nacional 18 de setembro de 2019 O lento escoamento do produto não deixa espaço para que haja retomada de preços. O comum, são empresas realizando negócios abaixo da referência ...
Mapa fecha acordos para exportação de frutas, castanhas e derivados de ovos para Arábia Saudita 18 de setembro de 2019 Durante reunião com o CEO da Saudi Food and Drug Authority (SFDA) da Arábia Saudita, Hisham bin Saad Al Jadhey, a ministra Tereza Cristina (Agricult...


Foto: Joel Silva | Ed. Globo
Público visita a Agrishow 2019, em Ribeirão Preto (SP), uma das maiores feiras do agronegócio brasileiro