Notícias

Pecuária precisa de subsídios oficiais para se recuperar, afirma Acrissul

04 de julho de 2018
O presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Jonatan Pereira Barbosa, tem feito sucessivas consultas à diretoria e associados da entidade, no sentido de lançar um movimento de ajuda à pecuária local, através de novos programas de incentivos e também através de subsídios, pelos governos estadual e federal.
 
Para o presidente, o "subsídio da carne" seria uma forma de compensar parte dos prejuízos sofridos pelos produtores com as constantes oscilações (para baixo) do preço da arroba do boi, uma vez que esse desgaste se propaga em cadeia para todo o mercado do gado, alcançando todas as eras e raças.
 
Na avaliação do ruralista, se continuar essa situação – de depreciação do gado – por mais um ou dois trimestres, sem que nada seja feito para combatê-la, daí para frente será tarde para reverter o processo.
 
Na régua da Acrissul, o valor da arroba do boi gordo já caiu de R$ 133,00 (em média) em janeiro deste ano para R$ 128,00 (fechamento de junho), uma retração de 4%. Jonatan Barbosa lembra que em janeiro do ano passado, antes da Operação Carne Fraca, a arroba do boi gordo em Mato Grosso do Sul estava cotada em R$ 136,00 em média. 
 
"De lá para cá, junta-se a isto – à Operação Carne Fraca – a decisão do Supremo Tribunal Federal de legalizar a cobrança do Funrural, a delação premiada dos Irmãos Batista  e a suspensão da importação por alguns mercado importantes, como a Rússia, só empurrou para baixo o valor da arroba e com poucos movimentos de recuperação", historia o ruralista.
 
Para finalizar e justificar a necessidade de novos incentivos e subsídios à pecuária, Jonatan lembra também que o Mato Grosso do Sul alcançou um nível de excelência na produção de carne bovina. "Todo mundo quer a carne de Mato Grosso do Sul, considerada a melhor do Brasil, mas ninguém quer pagar o preço que ela realmente vale", pondera.
 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Acrissul
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

África do Sul abre mercado para a manga brasileira 16 de julho de 2018 Autoridades sul-africanas concluíram os requisitos e aprovaram o modelo de Certificado Fitossanitário para a importação de mangas do Brasil. De ac...
Câmara dos Deputados aprova MP que impede União de retomar lote hipotecado 16 de julho de 2018 A Câmara dos Deputados aprovou nesta semana a Medida Provisória 824, que impede o estado de retomar lote cedido para projeto público de irrigação...
Dificuldade na compra de boiadas e escoamento lento mantém cotações equilibradas 16 de julho de 2018 Os negócios ocorrem de forma mais comedida no mercado do boi gordo. De maneira geral há irregularidade na oferta. É cada vez mais difícil encontra...
Saldo da balança do agro em junho é de US$ 8,17 bilhões 16 de julho de 2018 A Secretaria de Relações Internacionais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento divulgou nesta sexta-feira (13) o resultado das exp...
Colheita do milho chega a 25% no Centro-Sul 16 de julho de 2018 O levantamento da consultoria AgRural mostra que, com ritmo acelerado apenas em Mato Grosso e grande atraso no Paraná, a colheita da safrinha de milh...
Guerra comercial pode beneficiar soja brasileira 16 de julho de 2018 Em resposta à sobretaxa imposta pelos Estados Unidos a produtos chineses, o país asiático anunciou medidas contra importações de produtos norte-a...
Preços da carne bovina estão em queda no varejo 16 de julho de 2018 Carne sem osso sem força no varejo. Segundo levantamento da Scot Consultoria, em São Paulo a queda no preço foi de 0,3% nesta semana. Em Minas Gera...


Foto: Divulgação | Acrissul
Para Jonatan Barbosa, presidente da Acrissul, todo mundo quer a carne de MS, mas ninguém quer pagar o preço que ela vale