Notícias

Senado aprova projeto que trata do Funrural

19 de dezembro de 2017

O Senado aprovou na íntegra, nesta quinta (14), o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 165/2017, que define novas regras para o Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural), como a redução da alíquota para o produtor rural pessoa física e pessoa jurídica, institui a opção de contribuição pela folha ou faturamento, retorna com a isenção da cobrança na venda de animais (cria e recria), sementes e mudas, quando realizada entre produtores rurais, demanda defendida há vários anos pela instituição.

 
O texto também traz importantes medidas para os produtores rurais da área da Sudam e Sudene e de todo país ao ampliar o prazo de adesão à lei nº 13.340, de 2016, que concede rebates para liquidação das dívidas rurais que chegam a 95%, permitindo que essas dívidas sejam liquidadas até 27 de dezembro de 2018, medida mais que necessária para dar tranquilidade a quase 2 milhões de produtores que teriam esse prazo encerrado em 30 de dezembro de 2017.
 
A matéria ampliou benefícios ao contemplar agricultores com dívidas em cobrança pela AGU que passam a ter os mesmos benefícios concedidos aos débitos inscritos em Dívida Ativa da União (DAU), permite a liquidação de dívida com rebates para a agricultura familiar em todo país, rebates para beneficiários do Fundo de Terras e Reforma Agrária com dívidas também inscritas na DAU, além de permitir a renegociação de dívidas contratadas até 2016 na área de abrangência da SUDENE, como forma de minimizar os prejuízos causados pela seca que em algumas regiões já perdura há mais de seis anos.
 
O texto aprovado na Câmara de autoria da deputada Teresa Cristina (MS) foi mantido na integra pelo senador Valdir Raupp, relator da matéria no Senado, que segue agora para sanção do Presidente Temer.
 
O PL também instituiu o Programa de Regularização Tributária Rural (PRR) que tem como objetivo, estabelecer procedimentos que venham permitir a renegociação do passivo do Funrural constituído até 31 de agosto de 2017, e o prazo de adesão ao programa, que inicialmente foi instituído pela Medida Provisória nº 793, de 2017 e encerrado em 28 de novembro de 2017, foi agora estendido para 28 de fevereiro de 2018. Portanto, é de fundamental importância que os produtores estejam atentos a esses prazos.
 
 

Fonte: Agência Senado
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Comercialização de defensivos caiu 7% em 2017, diz Sindiveg 18 de junho de 2018 A venda de defensivos no ano passado recuou 7% em receita, para US$ 8,9 bilhões. Foi a quarta queda sucessiva desde o ano de 2014, quando o setor fat...
Preço do couro verde segue estável, no menor patamar da década 18 de junho de 2018 A demanda pelo produto final está melhor, mas ainda sem força para impor um viés de alta ao mercado. Considerando a região do Brasil Central, o co...
Em 20 anos, abates cresceram 114% no Brasil, diz Scot Consultoria 18 de junho de 2018 A evolução anual no número de bovinos abatidos no Brasil entre 1997 e 2017 foi de 114%, ou de 449 mil cabeças por ano, informou a Scot Consultoria...
Aplicativo Girolando será lançado na Megaleite 18 de junho de 2018 Para facilitar a compra e venda de animais registrados da raça Girolando, a Associação Brasileira dos Criadores de Girolando lançará no dia 20 de...
Experiência brasileira em pastagem contribui para produção de sementes na África 18 de junho de 2018 Um plano estratégico para multiplicação de sementes de pastagens é o resultado do workshop realizado na Embrapa Pecuária Sudeste, em São Carlos ...
Demanda em alta mantém preço do farelo de soja firme 18 de junho de 2018 A boa demanda por soja mantém o preço firme no mercado interno. Aliás, vale destacar que em maio último, mesmo com a paralisação dos caminhoneir...
Após greve, oferta de leite no Brasil deve recuar 9% 18 de junho de 2018 A oferta de leite no Brasil deve recuar 9% no segundo trimestre de 2018, ante igual período de 2017, como consequência da greve dos caminhoneiros de...